Terra-Nova: O cão indígina

Conhecida como um “gigante gentil”, o Terra Nova é extremamente dócil e companheiro, além de devotado a sua família. É o tipo de raça indicado para trazer amor e diversão para todos os membros da família, interagindo positivamente com todo tipo de personalidade e pessoas de idades diferentes.

Compartilhar

História e origem da raça


Embora existam muitas hipóteses que tentam explicar a origem da raça Terra Nova, a que se sustenta com mais força é a de que esta raça tenha surgido nos séculos XVI e XVII na vila que dá origem ao seu nome: Newfoundland, no Canadá (ou Terra Nova em português).


Relatos contam que os cães dessa raça eram companhia para os pescadores da região durante seus longos dias de trabalho ao mar, além de servirem como ajudantes nas atividades como puxar redes e resgatar pessoas naufrágios. Há uma lenda que conta que um cão Terra Nova conseguiu socorrer, sozinho, 63 marinheiros de um naufrágio. Outra reforça o fato de que um cão dessa raça teria sido o responsável pelo salvamento de Napoleão do afogamento.


Com o passar do tempo, os cães da raça foram trilhando seu caminho para Europa e EUA, passando a ser domesticados como cachorros de exposições e de trabalho popular. Apesar disso, ainda é possível encontrar Terra Novas trabalhando ao lado de seus donos pescadores em sua cidade de origem.


Comportamento


O Terra Nova é considerada a raça de cães mais carinhosa e gentil que se tem conhecimento. Bem paciente, amorosa e divertida, combina perfeitamente com o ambiente familiar e interage com pessoas de todas as idades. Com as crianças, apresenta um comportamento ainda mais amigável, principalmente com aquelas que são mais ativas e cheias de vida, assim como eles. Com estranhos, são bem pacíficos e educados, sem apresentar problemas de agressão ou desconfiança exagerada.


Em geral, o cachorro Terra Nova pode não tem muito interesse em atuar como cão de guarda; apesar disso, apresenta instinto de proteção extremamente aguçado. Está sempre a postos entre o dono e o perigo e utiliza seu latido grave sempre que sente que alguma coisa ou alguém coloca sua família em perigo.


O cão dessa raça gosta de desfrutar da companhia de sua família, por quem é muito apegado. Para passar o tempo, adora acompanhar seu dono em momentos de relaxamento, participar de brincadeiras divertidas e, claro, nadar e mergulhar na água. Por falar em água, o Terra Nova tem grande reputação como salva-vidas sendo, muitas vezes, comparado à raça do São Bernardo que também é fã da água.


O cão desta raça possui em um nível de energia moderado e precisa de bastante espaço para brincar e fazer exercícios físicos. Por isso, é indicado para pessoas que morem em uma grande casa, com bom espaço ao ar livre. E, se tiver uma piscina, certamente você verá o Terra Nova se divertindo nela!


Adestramento


É necessário, pelo menos, um treino básico de obediência para essa raça. Todo animal de grande porte já assusta por seu tamanho e imponência e, por isso, pode ser bem difícil segurar um Terra Nova que não tenha sido adestrado.


O cachorro pode demonstrar alguma dificuldade em termos de treinamento, principalmente por ter movimentos mais lentos que vão exigir bastante paciência do treinador para desenvolver as atividades. Por ser um cão bem sensível, o treinamento deve evitar tons de voz mais ásperos e as atividades devem ser estimulantes e divertidas ao mesmo tempo.


Cuidados especiais e saúde


Por causa de seu porte grande e robusto, o Terra Nova é uma raça que tem propensão a apresentar algumas doenças genéticas graves, mas que somente após um ano ou mais, você perceberá que seu cãozinho sofre com elas. Entre as principais doenças que pode apresentar, destacam-se: displasia coxofemoral e de cotovelo, torção gástrica, criptocordismo e doenças do coração. 


Em relação à longa pelagem dessa raça, é importante escovar semanalmente e de uma forma bem cuidadosa para evitar a formação de nós nos pelos. Também é necessário remover, frequentemente, todo o pelo morto, pois se eles permanecerem presos na pele (emaranhados nos nós) podem causar problemas de dermatite.


Normalmente, o Terra Nova troca de pelo duas vezes por ano e, nesse período, é preciso fazer a escovação, e não apenas semanalmente.


Banhos podem ser dados sempre que necessário, apenas tome cuidado para não deixá-lo tomar friagem ou ficar exposto ao vento, o ideal é mantê-lo aquecido até que esteja seco. E, para completar a higiene do seu animalzinho, você pode cortar suas unhas, limpar suas orelhas com álcool e aparar o excesso de pelos.


Passeios diários são altamente indispensáveis para o bom desenvolvimento do cão, principalmente dos primeiros meses até 2 anos de vida. De preferência, em locais abertos e cercados de muita natureza.


Na hora da alimentação é necessária atenção especial à sua dieta, evitando porções exageradas de alimentos. A raça Terra Nova tem tendência a engordar, então suas porções alimentares devem ser controladas e dadas varias vezes ao dia, ou seja, evite deixar uma grande porção para que seu cão vá comendo ao longo do dia. Ele pode não ter a noção da hora de parar e acabar comendo todo o alimento que lhe foi oferecido.